Pesquisa:
 
Parceiro PortugalGay
Aberto
Filmes, Livros, Música

4º Festival de Cinema Gay e Lésbico de Lisboa

8 a 30 de Setembro de 2000


Alguns afirmam que Fassbinder estava para além do ponto de devassidão quando trabalhou o romance existencial e homoerótico, escrito em 1953, por Jean Genet, versando paixão e assassínio. É inegável que ao resultado final falta a coesão das melhores obras do realizador, mas o filme revela um artista que se aventura perigosamente por novas fronteiras. Brad Davis (que morreu de SIDA em 1992) é Querelle, um marinheiro amoral e sexualmente impudente que pavoneia a sua sensualidade para a admiração e desfalecimento de todos. Querelle, traficante de drogas, mata um marinheiro e refugia-se num sórdido brodel à beira-mar onde começa por descobrir a sua faceta homossexual. Franco Nero é o seu comandante que sucumbe à gabarolice masculina de Querelle e Jeanne Moreau é a cantora que também o deseja. Um conto de violência, paixão e intensa submissão sexual. Com cenários estilizados e propositadamente artificiais do porto de Brest, rematados por torres em forma de pénis no pontão e outros símbolos exageradamente fálicos, este é o último e, estranhamente, o filme mais gay de Fassbinder.

Some say that Fassbinder was past the point of dissipation as he worked on Jean Genet's 1953 existential homoerotic novel of lust and murder. There is no denying that the final result lacks the cohesion of the director's greatest works, but it reveals an artist perilously venturing into new frontiers. Brad Davis (who died of AIDS in 1992) is Querelle, a sexually brazen, amoral sailor who struts his sensuality for all to admire and swoon. A drug smuggler, Querelle kills a sailor and takes refuge at a seedy seaside brothel, where he begins to discover his homosexual side. Franco Nero is his commanding officer who succumbs to Querelle's masculine swagger and Jeanne Moreau is the chanteuse who also lusts after him. A tale of violence, passion and intense sexual submission. With stylized, purposefully artificial sets of the port of Brest, complete with cock-shaped towers on the seawall and other exaggerated phallic symbols, this is Fassbinder's final and, oddly enough, gayest film.

 
Aberto
Filmes, Livros, Música

4º Festival de Cinema Gay e Lésbico de Lisboa

© 1996-2020 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
© 1996-2020 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Queer Lisboa | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal